PEGUE, PAGUE E APAGUE

0
239

Seu passado te condena? Ou simplesmente te atrapalha? Uma nova franquia de clínicas de hipnose promete reprogramar a memória… Tudo em seis vezes no cartão.       Trecho da reportagem “Pegue, pague e apague”, publicada no O Estado de São Paulo, em 21/02/2016                            

Lembro da notícia de uma nova rede de clínicas que entrou no mercado há alguns anos atrás, usando a hipnose para ajudar as pessoas a enfrentar e superar seus problemas: vícios os mais diversos, dificuldades para estudar, insegurança, impossibilidade de desenvolver relacionamentos afetivos sérios e outros mais. 

São usadas palavras e técnicas de relaxamento para levar as pessoas atingir um transe hipnótico e assim poder tratar os traumas acumulados no seu passado, onde (segundo os defensores dessa abordagem) reside a origem da maioria dos problemas presentes. Ao longo do tratamento, as pessoas são sugestionadas a fazer diversas coisas: por exemplo, aplicar uma “injeção de autoconfiança nas próprias veias” para deixar de sofrer com as críticas e agressões sofridas no seu dia-a-dia. Aprendem a responder “dane-se” quando esse tipo de situação se apresentar… 

Quando leio esse tipo de notícia, costumo lembrar que os seres humanos sempre buscaram fórmulas “mágicas” que lhes permitisse superar seus problemas. A hipnose é apenas uma dessas “fórmulas”, sendo conhecida há muito tempo – a tal rede de clínicas simplesmente “requentou” ideias bem conhecidas e deu-lhes “roupagem” atual para torná-las mais atrativas. 

Outras fórmulas mágicas bem conhecidas são o chá usado pelo grupo do “Santo Daime” e as técnicas de meditação (como a repetição sem cessar de mantras), que também levam as pessoas a entrar em transe. E há muitas outras. 

E aí está um dos grande desafios que os(as) seguidores(as) do cristianismo enfrentam. Nós também queremos nos livrar das dificuldades da vida de maneira rápida e sem dor, mas sabemos que não é esse o ensinamento da Bíblia.

O cristianismo é uma caminhada, um processo de enfrentamento permanente das próprias dificuldades e limitações, buscando um aperfeiçoamento que nos deixe mais parecidos(as) com nosso modelo de vida, Jesus.

Não há fórmulas mágicas, não há receitas prontas que façam as dificuldades desaparecerem ou serem superadas rapidamente. É preciso perseverança e trabalho.  

E o desafio ao qual me referi está justamente em aceitar essa verdade  não se deixar contaminar pelas fórmulas fáceis que prometem alívio rápido e resultados fáceis. É um desafio persistir quando os resultados parecem não vir. 

Há uma passagem na Bíblia que exemplifica bem o que estou falando. Deus pediu a Noé que construísse uma arca para abrigar suas família e casais de animais. Ora, tal ordem foi dada muito tempo antes do dilúvio para dar tempo para a arca ser construída. E é fácil imaginar Noé e a família trabalhando por muito tempo numa tarefa que parecia sem sentido, pura perda de tempo – certamente foram questionados e ridicularizados pelos seus vizinhos. Mas quando o dilúvio chegou, só a família de Noé estava preparada (Gênesis capítulos 6 e 7).  

A Bíblia usa outra imagem para falar da mesma coisa: diz que a estrada para salvação é estreita e cheia de pedras, portanto, difícil de transitar. E que a outra estrada é boa e gostosa de caminhar, mas não leva a lugar nenhum. Simples assim. 

Com carinho 

 
Total Views: 699 ,
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments