O QUE É SER CRISTÃO DE VERDADE?

0
493

O que é ser cristão de verdade? O que a Bíblia ensina a esse respeito? Vou começar a responder pelo caminho mais fácil, isto é listando aquilo que parece ser, mas não é, a resposta correta. Essa forma de proceder é muito útil quando se discute uma questão complexa. E depois, eliminado o que não, direi aquilo que é mesmo ser cristão.

Não é seguir uma doutrina
Eu talvez surpreenda você ao afirmar que ser cristão não é seguir uma certa doutrina. É claro que existe uma doutrina cristã que as pessoas devem seguir – este site mesmo está cheio de textos a respeito, por exemplo, da doutrina da salvação pela Graça e não por obras, da doutrina da Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) e assim por diante. 
Mas ser cristão não é seguir esse punhado de doutrinas. É perfeitamente possível conhecer e concordar com todas elas e ainda assim não ser cristão apenas teórico, ou seja, não de verdade, de coração. 

John Wesley, um dos maiores ministros de Deus da história da igreja cristã, já era pastor ordenado, mas ainda assim vivia uma vida espiritual medíocre. Até que teve uma experiência com o Espírito Santo – ele a relatou dizendo que sentiu seu coração “estranhamente aquecido”. A partir daí, seu ministério mudou completamente. Ora, o pastor Wesley já conhecia e aceitava toda a doutrina cristã mas isso não foi suficiente para fazer dele um cristão verdadeiro. Não gerou frutos na sua vida. Somente depois que teve  experiência com o Espírito Santo que sua vida mudou de fato. 

Portanto, ser cristão de verdade é muito mais do que ser seguidor de um conjunto de doutrinas. É preciso mais, bem mais. 

Não é seguir uma religião  
Quando o cristianismo começou, ainda no tempo dos apóstolos, não havia uma religião cristã constituída. Inclusive os primeiros seguidores de Jesus se diziam judeus e seguiam os ritos do judaísmo – a separação entre essas duas religiões somente veio ocorrer tempos depois. 

Ora, o fato de não haver uma religião cristã estruturada na época dos primeiros cristãos não impediu que as pessoas se convertesse e tivessem  suas vidas transformadas pelo Evangelho de Jesus. E muito menos impediu que fossem praticados muitos atos de poder por gente como os apóstolos Pedro e Paulo.

Portanto, ser cristão verdadeiro também não é seguir uma religião. É claro que quase todos os cristãos hoje em dia seguem uma religião estruturada e isso nada tem de errado, mas não está aí a essência de ser cristão.

Não é frequentar uma igreja 
Muitos cristãos já viveram em lugares onde era proibido se reunir ou até mesmo não tinham com quem ter comunhão (p. ex. na cadeia). Mas nem por isso deixaram de exercer sua fé.

Não estou aqui dizendo que o cristão não deva frequentar uma igreja e até acho muito difícil alguém exercer sua fé de forma isolada, sem congregar em alguma comunidade (veja mais). Mas não basta frequentar uma igreja para se tornar um cristão verdadeiro, é preciso mais. 

É SEGUIR JESUS
Posso ir ao centro da resposta: ser cristão é escolher Jesus como salvador e construir um relacionamento pessoal com Ele
Não é possível ser cristão sem primeiro aceitar Jesus como seu salvador pessoal. Sem acreditar que foi seu sacrifício na cruz a chave para abrir as portas para a Graça de Deus entrar nas nossas vidas.
E muito menos é possível ser cristão sem construir um relacionamento pessoal com Jesus. Sem deixar que a fé em Jesus transforme a própria vida.

Concluindo, ser cristão é muito mais do que obedecer um conjunto de doutrinas, seguir uma religião estruturada ou mesmo frequentar uma igreja. É aceitar Jesus como salvador e passar a ter comunhão com Ele.

Trata-se de ter confiança que Ele é o único Caminho para Deus, a Verdade absoluta e a garantia de Vida Eterna (João capítulo 14, versículo 6). 

Estou falando de caminhar diariamente com Jesus, sob orientação do Espírito Santo, tendo certeza que os próprios pecados serão perdoados mediante a Graça de Deus. E ter a própria vida transformada para sempre. Isso é ser cristão de verdade.

Com carinho

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of