LIDANDO COM FALSAS PROFECIAS

0
13732

Profecia é coisa muito importante – trata-se de uma mensagem enviada por Deus para alguém, através de um(a) mensageiro(a), o(a) profeta. A mensagem pode envolver advertências, previsões sobre o futuro, conselhos, etc.

Infelizmente, o conceito de profecia tem sido muito abusado hoje em dia, especialmente no que se refere a predições de eventos futuros e/ou informações sobre os planos de Deus. Estou cansado de ver pessoas nas igrejas evangélicas afirmando com toda segurança: “Deus me disse isso ou aquilo…” E muitas vezes as mesmas pessoas falam verdadeiros absurdos em nome de Deus, sem se preocupar muito com as consequências do que fizeram.

Certa vez, numa reunião de oração, a esposa de um pastor disse-me que tinha recebido uma mensagem de Deus dirigida para mim: eu deveria deixar de viajar de avião sob pena de sofrer um acidente sério. Ora, naquela época eu viajava a trabalho todas as semanas – cheguei a fazer cerca de 100 viagens num único ano. Parar de viajar de avião, mesmo que por período limitado, teria enorme impacto na minha vida – provavelmente eu precisaria procurar outro emprego. Fiquei num dilema nada agradável e tudo por conta de uma profecia errada. 

A grande maioria das profecias apresentadas hoje em dia não são mensagens de Deus e sim pensamentos das próprias pessoas que elas erradamente atribuem a Ele por confusão espiritual ou interesses os mais diversos. E como sei disso? São duas as razões.

Primeiro, porque a quantidade de profecias dadas hoje em dia é muito grande, enquanto na Bíblia esse tipo de coisa era relativamente rara, somente acontecia em situações especiais. Hoje há profecia para tudo, virou coisa banal.

Depois, porque a maior parte das “profecias” que envolvem predições sobre o futuro não é confirmada pelos fatos. E profecias reais, aquelas vindas de Deus, são sempre confirmadas. Simples assim.

Ora, falsas profecias abusam do nome de Deus, uma clara violação dos mandamentos d´Ele. Em outras palavras, emitir uma falsa profecia é pecado sério.

Outro problema com as falsas profecias é que podem gerar consequências muito ruins sobre a vida das pessoas: confusão espiritual, decisões erradas, decepção com Deus e assim por diante. 

Agora, o que fazer se você vier a receber uma profecia? O mais importante é pedir confirmação a Deus.  E há vários exemplos na Bíblia de pessoas que fizeram isso, como Gideão (Juízes capítulo 6, versículos 36 a 40). E Deus sempre honrou tais pedidos – afinal, não seria razoável que Ele exigisse obediência a uma mensagem de origem duvidosa. Simples assim.

Pedir confirmação não é desobedecer a Deus e sim tomar as coisas espirituais com seriedade. E até que tal confirmação venha, não assuma que a profecia é verdadeira.

Na situação em que vivi, disse a Deus que somente iria aceitar a mensagem recebida como profecia verdadeira quando recebesse confirmação vinda de pessoa diferente. Até lá, iria continuar a viajar de avião normalmente – confesso que quando entrei num avião na primeira vez depois de receber a tal mensagem, meu coração apertou, mas fui em frente. A confirmação nunca veio e continuei a viajar normalmente, sem medo, e nada aconteceu – a profecia era falsa.

Há outro problema que ainda agrava mais a epidemia de falsas profecias que experimentamos: as pessoas não cobram dos(as) falsos(as) profetas as besteiras que dizem.

Muitos anos atrás, ouvi de certo pastor, falando de púlpito, uma das grandes Escolas de Samba do Rio de Janeiro não conseguiria desfilar naquele ano, pois Deus estava agindo para acabar com elas. A platéia aplaudiu emocionada, deu glórias a Deus, etc. E nada disso aconteceu – o tal pastor continuou a pregar como se nada tivesse acontecido e ninguém cobrou nada dele.

Eu não confrontei a senhora que me passou a falsa profecia – naquela época eu não achava isso necessário. Levei em conta que ela tinha tido boa intenção. Mas deveria ter feito isso, não para obter algum tipo de reparação e sim para que ela tivesse aprendido uma lição espiritual importante.

Usar indevidamente o nome de Deus, interferindo na vida de outras pessoas, é erro sério. E quando esse problema acontece, o fato deve ser apontado com clareza. Doa a quem doer.

Com carinho

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of