ESCONDENDO-SE DA GRAÇA DE DEUS

0
189

É estranho mas muitas pessoas se escondem da Graça de Deus. E o resultado é sempre ruim, afinal a Graça é o instrumento através do qual Deus perdoa o ser humano e o recebe de volta no seu convívio, do qual tinha se afastado por causa do pecado.

E há três formas de se esconder da Graça de Deus. Uma delas é bem fácil de identificar, enquanto as outras duas são bem mais sutis e, portanto, potencialmente mais perigosas.

 

Escolha consciente

Nesse caso a pessoa se afasta da Graça simplesmente por se recusar a aceitar Jesus como seu Salvador. E essa é uma decisão consciente tomada com base no livre arbítrio. E a pessoa que a toma precisará enfrentar as consequências da sua escolha.

 

Indecisão

Essa é uma forma mais sutil de se esconder da Graça. Não há uma recusa concreta e consciente a Jesus, mas o resultado prático é o mesmo. Isso porque a pessoa nunca faz o que é necessário para realmente aceitá-lo como Salvador – por exemplo, alega que ainda não está em condições de dar esse passo. Vai adiando a decisão.

A pessoa pode mostrar-se indecisa por perceber que vai precisar mudar sua vida e talvez não queira fazer isso – sente-se confortável como está. Pode ser também que não esteja totalmente convencida de quem Jesus é. Há várias outras possibilidades.

O grande problema é que a pessoa nem percebe que está se escondendo da Graça de Deus e das consequências desastrosas dessa escolha. É igual ao fumante que se intoxica um pouco a cada dia, mas somente toma consciência do mal que fez a si mesmo muitos anos depois, quando aparece um câncer.

Legalismo 

Essa é a forma mais sutil de se esconder da Graça de Deus. O problema surge porque a pessoa pensa, bem lá no fundo, ser possível aproximar-se de Deus por mérito. Pensa que pode realizar boas obras em quantidade suficiente para merecer a salvação – é o que a Bíblia chama de “caminho da Lei”.

Mas o apóstolo Paulo ensinou (Romanos capítulo 7, versículos 7 a 25) que a Lei foi dada por Deus para que o ser humano soubesse distinguir com clareza entre o que é certo e o errado. E, em consequência, percebesse que o grau de exigência de Deus não pode ser atingido por ninguém, não importa o quanto a pessoa venha a se esforçar.

Agora, há quem mesmo assim continue a se agarrar à ideia de ser possível agradar a Deus por mérito, por esse caminho parecer mais justo. E aí a pessoa passa a dar enorme atenção aos mandamentos e às regras de comportamento de todo tipo, muitas delas inventadas pela loucura humana. E quem faz isso costuma cobrar dos outros que façam o mesmo.

Isso se chama legalismo. E existe uma armadilha terrível, na qual há duas formas de cair. A primeira é tornar-se orgulhoso(a): acreditar sinceramente ter conseguido juntar mérito suficiente, alcançando a santidade necessária. 

Há uma parábola contada por Jesus (Lucas capítulo 18, versículos 9 a 14) onde dois homens entraram no Templo de Jerusalém para orar. Um deles era fariseu, estrito cumpridor dos mandamentos bíblicos, e ele orou dizendo estar grato por não ser um pecador, como a pessoa ao seu lado, um coletor de impostos. Esse segundo homem mal levantou os olhos para o altar, com vergonha da sua conduta. E na sua oração, pediu perdão e misericórdia a Deus.

Jesus concluiu a parábola dizendo que ambos pecaram, mas o coletor de impostos, que reconheceu seus pecados, foi para casa justificado por Deus, enquanto o fariseu, por causa do seu orgulho, não.

 

A segunda maneira de cair na armadilha gerada pelo legalismo é a hipocrisia: a pessoa sabe que não consegue fazer tudo aquilo que Deus deseja mas tenta manter uma fachada de santidade.

A hipocrisia talvez seja ainda pior do que o orgulho pois a pessoa passa a viver uma mentira, apenas para ficar bem aos olhos dos(as) outros(as).

E Jesus advertiu que os(as) hipócritas são como “túmulos caiados”, isto é bonitos por fora mas cheios de podridão (Mateus capítulo 23, versículos 27 e 28). Coisa terrível.

 

Palavras finais

Aceite que você, assim como eu, precisa de ajuda para chegar até Deus. E a Bíblia ensina que essa ajuda está materializada na Graça. Portanto, não se esconda dela.

A Bíblia ensina ainda que a Graça de Deus só se torna efetiva na vida de cada pessoa através da fé verdadeira, isto é da aceitação de Jesus como único Salvador.

E como não há mérito – não é pelas obras que é possível chegar até Deus -, só resta a cada um(a) de nós ser profundamente grato pela Graça recebida. Simples assim.

Com carinho

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of