COMO VOCÊ COMPRA LARANJAS?

0
176

Você pode comprar laranjas no supermercado de duas formas. A primeira é pegar um pacote que já tem certo número de frutas e está etiquetado com o peso delas. A outra forma é escolher as laranjas uma a uma, num pilha de frutas, levando aquelas que você considerar melhores. A primeira forma torna a compra mais rápida e simples, enquanto a segunda garante que o(a) comprador(a) tenha um produto final melhor.

As relações humanas são muito similares à compra de um “pacote” fechado de laranjas. Se você escolher se relacionar de alguma forma com alguém, “comprará” o “pacote” fechado de qualidades e defeitos dessa pessoa, as coisas boas e ruins que são parte da vida dela. Não é possível, por exemplo, ficar apenas com as qualidades pois o “pacote” vem fechado – muitos(as) até se iludem achando que vão conseguir, com base no seu amor, mudar aqueles(as) com quem se relacionam, mas isso quase nunca acontece.

O mesmo tipo de situação é encontrado quando as pessoas escolhem seguir o cristianismo. Existe um “pacote” doutrinário fechado que acompanha a fé cristã e as pessoas que desejam segui-la precisam “comprar” essas ideias.

Agora, muitas pessoas se convertem ao Evangelho de Jesus mas querem tirar as “laranjas indesejadas” do “pacote” doutrinário cristão. Essas “laranjas” são os ensinamentos e doutrinas desagradáveis como “o inferno”, “a natureza pecaminosa do ser humano”, “cada cristão tem sua cruz para carregar”, “a necessidade de amar o próximo” e outras coisas desse tipo.

Essas pessoas desejam ser cristãs mas querem seguir um modelo de cristianismo próprio, formado apenas pelas doutrinas que elas gostam e querem seguir. E isso é muito mais comum do que parece ser o caso – eu diria que uma parte expressiva dos cristãos(ãs) pensa e age exatamente assim.

Ora, o “pacote” doutrinário do cristianismo não pode ser alterado pois foi “embrulhado” pelo próprio Deus. Se você quer se considerar cristão precisa aceitar integralmente aquilo que Jesus ensinou e pediu que você faça, mesmo quando essas coisas sejam difíceis de aceitar e não sejam agradáveis.

Para ser um(a) cristão(ã) verdadeiro, você precisa aceitar todas as “laranjas” que Deus colocou no “pacote” do cristianismo e, mais do que isso, confiar que são todas de boa qualidade e absolutamente necessárias para sua vida. Simples assim.

Com carinho

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of