COMO TER MAIS CONFIANÇA EM DEUS

7
17438

Hoje vou falar sobre confiança, que é uma das coisas mais importantes nas relações entre as pessoas. Sem confiança é impossível viver em sociedade.

Meu pai teve um grande amigo, que conheceu na igreja frequentada por ambos durante muitos anos. Meu pai ajudou muito essa pessoa, que vinha de família pobre. Era uma amizade que parecia ser para toda a vida. Mas o tal amigo traiu nossa família de maneira vergonhosa. Foi um choque tão grande, que meu pai ficou doente – ser traído por pessoa na qual se confia muito é bastante doloroso. Só quem já passou por isso sabe o estrago que esse tipo de situação pode causar. 

Essa crise na vida da minha família ensinou-me, desde bem cedo, a importância de escolher bem as pessoas certas em quem vai se depositar confiança. Afinal, ficamos vulneráveis às ações das pessoas em quem confiamos. E esse é um risco presente na vida de todo mundo.

Como adquirimos confiança em alguém
Normalmente, passamos a confiar em alguém apenas depois de certo tempo de convivência. O começo de qualquer relacionamento, seja de amizade, seja amoroso, é um período de testes, onde você vai construindo uma imagem mental da pessoa com quem passou a se relacionar, analisa suas qualidades e defeitos e, sobretudo, decide se é possível ter confiança na pessoa que está entrando na sua vida. 
Repetindo, você forma uma imagem mental da pessoa e decide com base nessa imagem. E, infelizmente, muitas vezes essa imagem está distante da realidade. E aí você passa a depositar confiança em quem não a merece e só descobre isso depois, normalmente quando acontece um grande estrago na sua vida.

E, quando isso acontece, você não costuma culpar você mesmo/a pelo erro de julgamento, por ter construído uma imagem mental errada da pessoa em quem resolveu confiar. Não, você culpa quem traiu sua confiança. 

Acontece que, frequentemente, vemos nos outros aquilo que queremos ver. Por exemplo, uma pessoa solitária e carente pode ver amor sincero nos atos de alguém interesseiro, mas que se aproxima dela usando palavras carinhosas.

E quando você escolhe confiar em quem não era digno da sua confiança, o preço costuma ser muito alto, como minha família descobriu décadas atrás.

Confiando em Deus
A confiança que você deposita em Deus passa pelo mesmo processo: tudo se se apoia na imagem que você constrói com base nas suas experiências de vida com Ele. E essas experiências vêm das leituras da Bíblia que você faz da Bíblia, das pregações que ouve, das respostas de oração que obtém, dos testemunhos de outras pessoas e assim por diante. 

Naturalmente, o conteúdo dessas informações e a forma como você as processa, isto é, faz sentido delas, é muito particular sua. Por isso pessoas diferentes podem construir imagens de Deus bem diversas. Deus é o mesmo, mas a maneira como as pessoas olham para Ele varia muito. 

Assim, algumas poucas pessoas têm confiança quase ilimitada n´Ele. Agem como crianças pequenas que confiam cegamente no seu pai e/ou sua mãe. Já a maioria de nós confia em Deus de forma bem mais limitada – não deveria ser assim, mas essa é a mais pura verdade.

E é possível aferir o tamanho da confiança que uma pessoa deposita em Deus pelas dúvidas que ela têm. As perguntas que cada pessoa costuma fazer, tanto para si mesma, como para os outros, sobre Deus são um bom indicador do seu grau de confiança n´Ele. 

Não estou dizendo que é errado ter dúvidas – elas são naturais na caminhada espiritual de qualquer pessoas e Deus compreende e aceita isso. Afirmei apenas que a natureza dessas dúvidas e as respostas que encontradas para elas demonstram bem a imagem que a pessoa construiu de Deus e, portanto, o grau de confiança depositado n´Ele. Só isso. 

Vejamos dois tipos comuns de dúvidas e o que elas demonstram: 

  • Dúvida tipo 1: Como é possível que fulano, que não segue os ensinamentos da Bíblia, seja mais abençoado do que eu, que sou um cristão sincero? Essa é uma pergunta muito comum  e demonstra falta confiança na capacidade de Deus de retribuir cada pessoa da maneira como ela merece, isto é, de forma justa. Pode ainda caracterizar falta de confiança no amor d´Ele (“se Ele me amasse mesmo, não me deixaria ficar nessa situação”).
  • Dúvida tipo 2: Por que Deus estabeleceu um plano para minha vida que me causa tanto sofrimento? A dúvida, neste caso, se refere à sabedoria de Deus e/ou a eficácia da sua. A pessoa com dúvidas, bem lá no fundo, acha que Deus deveria conhecer melhor suas necessidades e/ou agir de forma eficaz para que esses necessidades sejam atendidas, e não vem fazendo isso. Pode ainda caracterizar falta de confiança no amor Deus, o que leva a pensamentos do tipo “Ele não liga para mim” ou “Ele está muito ocupado para me dar atenção“.

É importante ainda perceber que a imagem que você constrói de Deus e, portanto, a confiança que deposita n´Ele, vai necessariamente mudar ao longo do tempo, junto com seu amadurecimento espiritual. Estamos falando aqui de um processo dinâmico. E sua confiança n´Ele pode tanto crescer como diminuir, de acordo com suas experiências com Ele.

Agora, por que a maioria das pessoas tem tanta dificuldade em confiar em Deus? Acho que a explicação é simples. As pessoas sabem muito pouco sobre a natureza real de Deus e sobre como Ele decidiu agir nesse mundo. 

E por entenderem as coisas de forma errada, não entendem aquilo que Deus espera delas e/ou ficam esperando que Deus aja de forma que Ele não vai fazer e acabam se decepcionando profundamente. 

Essa dificuldade de entendimento de como Deus é, o que espera de nós e da forma como age neste mundo, leva à falta de experiência real com Ele. Acaba havendo muito pouca coisa em comum entre as pessoas e Deus por falta de uma convivência próxima. É criado um “abismo” relacional entre o ser humano e Deus.

E aí começam a surgir mal entendidos de todos os tipos. Por exemplo, as pessoas muitas vezes acham que sabem melhor do que Deus aquilo que é bom para elas mesmas, ou não confiam que Ele vai conseguir protegê-las de fato, na medida que precisam, ou ainda, que Deus não as ama de fato, até porque elas são pecadoras. Esses e outros mal entendidos vão envenenando a relação com Deus e reduzem a confiança que as pessoas depositam n´Ele.

É o resultado disso tudo é confiança bem limitada em Deus – é isso que vemos na maioria esmagadora dos casos. O que pode ser feito, então, para modificar esse quadro? Como você pode melhorar sua confiança em Deus?

Comece fazendo um auto-exame sincero e identifique porque sua confiança em Deus não é aquela que deveria ser. Descubra onde está a raiz da sua desconfiança: será no senso de justiça de Deus? Na sua sabedoria? No seu amor por você? No seu poder sobre o mundo?

Entendida a origem do problema, procure trabalhar as lacunas na sua fé que você percebeu. Por exemplo, converse com outras pessoas que já passaram pelo mesmo tipo de dificuldade e conseguiram super o problema. Procure neste sites postagens e vídeos onde eu e outras pessoas trabalhamos para esclarecer dúvidas comuns das pessoas e falamos sobre como Deus age no mundo, como exerce seu amor, sobre seus planos para seus filhos e assim por diante.

E também estude a Bíblia, pois nada substitui os ensinamentos da Palavra de Deus. Veja como situações parecidas com a sua foram resolvidas e aprenda com elas para evitar repetir os mesmos erros que os personagens bíblicos cometeram. E, finalmente, ore muito – confesse suas dificuldades para Deus e peça a ajuda do Espírito Santo para guiar sua vida. 

Se você fizer essas coisas com seriedade, pode ter certeza que sua vida espiritual vai evoluir muito, você vai se aproximar de Deus e vai aprender a confiar bem mais n´Ele. E isso vai fazer toda a diferença quando os problemas normais da vida baterem na sua porta. 

Com carinho

7
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
elcione silva Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
elcione silva
Visitante
elcione silva

Muito bom, conteúdo excelente!!!!
parabéns!!!!!

Daziele
Visitante

Ótimo texto!
Como sempre abençoando nossas vidas com eles!
Abç ☺️

Vinicius Moura
Visitante

Dazi

Obrigado pelas suas palavras. Abs.

Vinicius

Luciana
Visitante
Luciana

Tbém gostaria de deixar aqui o link p/ o livro do pr. Dave Roberson (O andar no Espírito – O andar no Poder). O livro fala da experiência e descoberta do pastor sobre o dom de línguas. Li (falta um capítulo) e edificou demais a minha vida (muitas coisas foram confirmadas por mim pelas experiências q já vinha tendo c/ Deus). Uma grande benção. Recomendo. Link: http://www.minamd.org.br/material.htm

Deus abençoe!

Luciana
Visitante
Luciana

Oi Vinicius.Amado, q texto abençoado! Tudo a ver c/ o q estou passando. Tenho detectado falha na minha confiança em Deus e parei p/ pesquisar na net. Sou pentecostal, acredito nos dons, tenho o dom de profecia, revelação… e oro muito em línguas estranhas. Depois de mergulhar muito ultimamente na oração, Deus passou a falar MUITO comigo (1ª desconfiança) e tem dito muitas coisas BOAS (2ª desconfiança)entre outras coisas, conselhos, exortações e puxões de orelha. Parece q eu estou enraizada numa crença distorcida e limitadora q me diz (ou o diabo está me dizendo): "Como Deus pode ficar falando tanto… Read more »

Anônimo
Visitante
Anônimo

Obrigada!!! Estou passsando por uma situação ruim e este podt me ajudou muito!!! Deus continue te abençoando!!!! Amém!!!

Keroline Araujo
Visitante
Keroline Araujo

Achei o blog ''por acaso'', quando fazia uma busca de como confiar mais em Deus, de maneira veemente. Gostei muito deste post e estou olhando os outros. Sempre estou em busca de aumentar o meu saber em Deus.
A paz do Senhor!