AQUELES QUE SÃO “ANEXOS” NA VIDA

0
211

Carlão foi uma pessoa inesquecível. Morreu precocemente, de ataque cardíaco fulminante, e deixou muita gente inconsolável. Tinha no coração o ardor de converter as pessoas a Cristo e pouca paciência para a burocracia que costuma estar presente nas igrejas. Um grande servo de Cristo.

Esse amigo e eu, certa vez, chegamos juntos à conclusão que existem pessoas que são “anexos” na vida, o que acabou virando motivo de brincadeira entre nós. E eu explico o que isso quer dizer.

Um anexo é a parte de um documento importante que é colocado na parte final do texto. Fica ali porque as informações que contém não são tão importantes como o conteúdo do texto principal. De maneira similar, quando a pessoa é um “anexo”, não é um ator principal no “teatro” da vida, no máximo um “coadjuvante”. Não fica na parte principal mas apenas complementa o que acontece ali.

“Anexos” são pessoas que dão suporte e cuidam dos outros(as), muitas vezes ajudando de maneira quase silenciosa. Enquanto ficam invisíveis, outras pessoas aparecem mais, estão em maior evidência.

No fundo, cada pessoa quer se sentir importante e reconhecida – ninguém quer ser um mero “anexo”. É por causa disso que algumas atividades, como cuidar da casa, não são populares – as pessoas as evitam enquanto podem.

Falei tudo isso para chegar à obra de Deus. Ali também existem tarefas que parecem menos importantes e proeminentes. Em outras palavras, também existem “anexos” na obra de Deus.


Entregar folhetos na porta de entrada da igreja, ficar com bebês no berçário para que os pais possam assistir o culto, dar manutenção nas instalações da igreja ou mesmo gastar horas orando por outras pessoas, não dão visibilidade – parecem ser tarefas de menor importância. São todas do tipo “anexo”. Por outro lado, fazer uma pregação inspirada, dirigir o louvor na frente da congregação, revelar profecias ou curar doentes parecem ser mais importantes. Fazem as pessoas serem notadas.

Agora, nunca podemos esquecer que na lógica do Reino de Deus importante mesmo são os “anexos”, aqueles(as) que fazem atividades simples, movidos(as) apenas pelo desejo de servir ao próximo. Foi isso que Jesus ensinou.

Na noite mesmo em que foi traído e preso, Ele lavou os pés dos discípulos, como sinal de humildade. E disse que quem quisesse ser maior no Reino de Deus deveria servir aos outros, ser pequeno, ser “anexo”. Tal mensagem contraria a lógica humana.

Por incrível que pareça, você e eu somos chamados para sermos “anexos”. Somente quem aceita e entende isso vai cumprir as tarefas mais humildes com um sorriso nos lábios e alegria no coração. Vai se sentir gratificado com as pequenas vitórias, obtidas a cada dia: uma alma ganha aqui ou ali, uma pessoa que é consolada ou uma necessidade material que é satisfeita.

Eu mesmo posso dar testemunho disso: fui professor de Escola Dominical por cerca de 20 anos em diferentes igrejas, maiores e menores, importantes e extremamente simples. E lembro-me com especial carinho de um momento da minha “carreira”. Foi quando dei aulas numa igreja na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. O ambiente ali era pobre e o grupo pequeno, mas as pessoas apareciam na igreja com suas melhores roupas e demonstravam alegria genuína.

Se você quer mesmo fazer diferença na obra de Deus, saiba que o seu chamado é para servir. E, parafraseando o grande poeta Carlos Drummond de Andrade, é como se o Espírito Santo dissesse para cada um(a) de nós: “Vai, vai ser um “anexo” na vida…”

Com carinho

Total Views: 1608 ,