ANSIEDADE, COMO VENCER ESSE MAL

5
646132

A ansiedade é um sentimento difícil de evitar. Parece fazer parte da vida de todo mundo. Quem já não ficou ansioso antes de uma prova na faculdade ou ao mudar de emprego ou, ainda, na véspera de uma cirurgia? Acredito que todo mundo já passou e passa por isso.

Mas, frequentemente, a ansiedade da pessoa vai muito além de um nível razoável, do que poderia se considerar natural. Há quem viva ansioso/a por coisas demais e, muitas vezes, o nível de ansiedade da pessoa torna-se tão alto que ela acaba até doente.

A raiz desse problema, conforme a Bíblia ensina, está no desejo da pessoa de controlar as situações da própria vida. E quando a circunstância está ao alcance dela interferir (como estudar e fazer uma prova ou adaptar-se bem a um emprego novo), a ansiedade pode até ser uma boa coisa, pois galvaniza a ação e ajuda a levar à superação de desafios.  

Mas, frequentemente, as pessoas ficam mesmo ansiosas por coisas que não estão ao alcance delas interferir. Por causa disso, o filósofo francês Montaigne chegou a dizer: “minha vida é cheia de infortúnios, a maior parte dos quais nunca me aconteceu”.

Meu sogro era uma pessoa muito boa e correta, mas tinha uma enorme ansiedade com a declaração do imposto de renda. Dois meses antes do prazo de entrega, ele já começava a se preocupar e a sofrer. Chegava a acordar no meio da noite, preocupado em ter feito alguma coisa errada na declaração. E só entregava sua declaração na última hora, pois tinha receio que o governo mudasse alguma coisa até lá. Ele sofreu anos a fio com isso e nada veio de positivo dessa experiência toda.

E assim costuma acontecer com a maioria das pessoas muito ansiosas. Elas passam por ansiedades de todo tipo: E se alguma coisa ruim vier a acontecer com meus filhos ou minha mulher (marido)? E se alguém tiver uma doença grave? E se o país entrar em crise e eu perder o emprego? E se meu time perder a decisão do campeonato? E se…? E se…?

Essas pessoas jogam um jogo muito peculiar, chamado de “e se…”. E esse jogo tem apenas duas regras muito simples, mas implacáveis:

  • Regra 1: a pessoa nunca consegue ganhar, só pode perder. Ou seja, ela nunca consegue imaginar coisas boas, só ruins.
  • Regra 2: a pessoa teme que irá acontecer sempre o pior possível.

Se você é ansioso, acredito que isso seja bem familiar. O fato é que os problemas vêm e vão e a ansiedade não contribui em quase nada para ajudar a resolvê-los. Ela funciona como uma cadeira de balanço: passa a sensação de movimento, mas deixa a pessoa sempre no mesmo lugar.

Deus é a resposta para a ansiedade destrutiva
As pessoas costumam ficar ansiosas, como já disse, porque querem ter controle sobre suas vidas. Querem adquirir certezas sobre o que lhes vai acontecer.  E isso caracteriza uma falta de confiança em Deus – em outras palavras, é simplesmente falta de fé.
Bem lá no fundo, a pessoa ansiosa acha que Deus não quer se envolver com as circunstâncias da sua vida e se quiser fazer isso, não iria tomar conta das coisas tão bem quanto ela mesma. Parece absurdo dizer isso, mas essa é a mais pura verdade. Afinal, a pessoa confiasse mesmo em Deus, acreditando no seu amor e na sua onipotência, não haveria razão para ficar tão ansiosa.
Jesus entendeu bem essa dificuldade humana e falou bastante sobre a ansiedade excessiva – por exemplo, ver Mateus capítulo 6, versículos 25 a 34):

Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? “Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”.

Jesus ensinou que não devemos ficar preocupados demais com as coisas e precisamos aprender a confiar em Deus. Em Lucas capítulo 21, a partir do versículo 10, Jesus alertou seus discípulos que viriam dias difíceis para eles, pois iriam sofrer perseguições (como de fato sofreram). Aí, no versículo 14, Ele fez essa declaração surpreendente:

Mas convençam-se de uma vez de que não devem preocupar-se com o que dirão para se defender.

Repare que Ele usou aqui o verbo “convencer-se”, ou seja, cabia aos próprios discípulos chegarem à conclusão que ficariam melhor nas mãos de Deus. Essa tarefa era deles mesmos.

Portanto, aceite a proposta de Jesus: convença-se que você está nas mãos de Deus e isso é o melhor que lhe pode acontecer. Não deixe que a “doença” da ansiedade tome conta da sua vida. Agora, a Bíblia também alerta que isso é um exercício de humildade – veja o texto de 1 Pedro capítulo 5, versículos 6 e 7:

Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido. Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.

Se tivermos humildade para entregar nossas dúvidas e ansiedades nas mãos de Deus, devemos ter certeza de receber de vir a receber as melhores respostas para nossas dificuldades. Afinal, ninguém é mais sábio e tem maior conhecimento das coisas do que Deus.  

E, à medida que sua fé cresce, sua ansiedade diminui. E quando você entra por esse caminho, passa a viver na paz de Deus, que vai além de qualquer compreensão humana.

Um exercício útil
Aqui vai um exercício simples e muito útil para você – eu já fiz e funcionou. Encontre uma caixa pequena e escreva nela a frase: “confiando em Deus”. Aí, sempre que você ficar ansioso/a, por alguma coisa que não estiver ao seu alcance resolver, escreva sua preocupação num pedaço de papel, date e coloque o papel na caixa. Ao fazer isso, você estará entregando aquela preocupação para Deus e você vai confirmar isso com uma oração.
Esse procedimento estará seguindo o ensinamento de Filipenses 4:6-7:  

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.

Em outras palavras, você está liberado para orar sobre tudo, mas não deve se preocupar com nada. As preocupações passam a ser responsabilidade de Deus e deixam de ser suas. E se, por absurdo, você quiser voltar a se preocupar com alguma situação, terá que ir na caixa e pegar o papel correspondente de volta, deixando claro que está tirando aquela situação das mãos de Deus.

E, periodicamente, pegue alguns dos papéis que ficaram na caixa e relembre o que aconteceu em sua vida. Você vai se maravilhar ao perceber como Deus agiu, as coisas que Ele fez. E aí será um bom momento para agradecer e louvá-lo. Amém.

 

5
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Marcos Antonio de SousaVinicius MourafelizaBruno Rocha®Luiz Gustavo Martins Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos Antonio de Sousa
Visitante

Aleluia! Jesus nos ensina a dar prioridade ao reino de Deus – Mateus 6.33
Vencendo vem Jesus!

feliza
Visitante

Me encanto este blog. Obrigada Vinicius por seus excelentes escritos.

Vinicius Moura
Visitante

Obrigado, Feliza. Volte sempre.

Abs
Vinicius

Bruno Rocha®
Visitante

Parabéns pelo blog Vinicius!

Ótimo post. Sua visão do evangelho é muito parecida com a minha. Pra mim foi mto útil ler teu post.

Luiz Gustavo Martins
Visitante

Esse post me ajudou muito amigo!