A DIFERENÇA QUE DEUS FAZ

0
654

Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor.  Romanos capítulo 8, versículos 38 e 39

Há casos divulgados nas redes sociais que costumam nos mobilizar muito: crianças e/ou jovens com doenças sérias (normalmente câncer). Suas famílias, formadas pessoas cristãs sinceras, pedem ajuda desesperadamente na forma de oração e também em recursos materiais. Esses casos costumam mostrar pessoas de fé e entrega admiráveis – sinceramente eu não sei se conseguiria agir da mesma forma se enfrentasse situação semelhante.

Lembro, em especial, o caso recente de uma mãe lutando pela vida da sua filha pequena, atacada por um câncer raro. O testemunho dessa mãe tem inspirado muitas e muitas pessoas. Ele tem ensinado como enfrentar as crises sem perder a coragem e a fé em Deus.

Essa mãe afirmou, usando outras palavras, exatamente aquilo que o apóstolo Paulo falou no texto que abre esta postagem: nada pode nos separar do amor de Deus. Não importa as dificuldades e tribulações da vida, o Espírito Santo está presente junto a quem sofre, consolando, dando forças, demonstrando que a pessoa não está sozinha.

A Bíblia diz que Jesus foi “homem de dores” – teve vida difícil aqui na terra e acabou por sofrer morte horrível numa cruz. É por ter sofrido na própria carne que Ele entende e se solidariza com o sofrimento humano. 

O texto de Paulo também aponta que o cristão não deve esperar viver sem dificuldades. Não há promessa de Deus neste sentido. E qualquer pastor que prometa vida livre de problemas, para que as pessoas venham se converter a Jesus, está simplesmente fazendo “propaganda enganosa”. 

O que Paulo prometeu foi que nada iria separar aquele que acredita em Jesus do amor de Deus. Nada mesmo. E é isso que a mãe da menininha doente vem testemunhando, dia após dia. 

Tal fato me faz lembrar de outra passagem da Bíblia, onde Jesus e seus discípulos encontraram um homem cego de nascença, que acabou milagrosamente curado. Os discípulos queriam saber de Jesus a razão pela qual aquele homem tinha tal limitação na sua vida e Jesus disse que era para a Glória de Deus (João capítulo 9, versículos 1 a 3). Os discípulos, como a maioria das pessoas, queriam saber o “por quê” e Jesus respondeu com o “para quê”. 

E essa é uma lição que todo cristão precisa aprender na sua vida. 

Com carinho 

Total Views: 1752 ,
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments