VOCÊ PODE SER REVESTIDO DE PODER

0
8084

O livro chamado “Atos dos Apóstolos”, escrito por Lucas, um médico de origem grega, relata o início da vida da igreja cristã, abrangendo um período de trinta anos, a começar com a ressurreição de Jesus Cristo.  É uma leitura bastante fácil e agradável – por sua importância, ela é altamente recomendada para todos os(as) cristãos(ãs).

E um versículo resume bem a mensagem do Ato dos Apóstolos: 

“…recebereis poder , ao descer sobre vós o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra…” capítulo 1, versículo 8 

Isso aconteceu logo após a ressurreição de Jesus. Ocorre que sua morte na cruz tinha deixado os discípulos apavorados e nem os quarenta dias que Jesus passou com eles, já depois de ressuscitado, permitindo que todos comprovassem a verdade daquele milagre, tinham sido suficientes para acalmar as coisas. 

Os discípulos precisavam ser revestidos de um poder especial para poder exercer sua missão de espalhar o Evangelho de Jesus Cristo pelo mundo. Foi esse o poder derramado pelo Espírito Santo sobre eles durante os eventos do Pentecostes (Atos capítulo 2, versículos 1 a 4). 

Esse poder especial está tão disponível hoje em dia, como esteve na época do início da vida da igreja cristã. E é sobre ele que eu gostaria de conversar hoje.

Poder, seu objetivo e finalidade

Há várias definições para “poder”. A que eu mais gosto é a capacidade de influenciar o comportamento das outras pessoas

Um diretor manda e o funcionário obedece – ou seja, ajusta seu comportamento à vontade do chefe – porque o diretor tem o poder que lhe foi dado pela forma como a empresa é constituída. E talvez também por que o diretor conheça mais sobre o negócio do que o funcionário. 

O Presidente da República tem poder sobre todos os cidadãos, dentro daquilo que é estabelecido pelas leis do país. Os pais têm poder sobre os(as) filhos(as) também conferido pela lei, bem como também pela dependência financeira e emocional que os(as) filhos(as) têm deles. Os pais têm ainda poder de cunho espiritual, que lhes permite abençoar (ou amaldiçoar) seus(uas) filhos(as). 

O meu médico tem poder sobre mim porque sabe melhor do que eu o que se passa com o meu próprio corpo. Um professor tem o mesmo tipo de poder do médico, gerado pelo conhecimento que tem. O pastor de uma igreja tem poder para abençoar, ensinar e exortar seu rebanho. Um país mais forte tem poder para impor sua vontade a um país mais fraco. E assim por diante.

Esses exemplos mostram que há vários tipos de poder: outorgado pelas leis (Presidente, diretor), aquele derivado da autoridade moral (pastor e pais), o que é originado no conhecimento (diretor, médico e professor), na força pura (o país forte) e o de cunho espiritual (pastor e pais). 

Outra coisa que diferencia o tipo de poder disponível é a finalidade do seu uso Pode ser fazer cumprir a lei e os objetivos do Governo (Presidente), ganhar dinheiro (diretor), ensinar (professor), curar (médico) e assim por diante.

 Os dons: o poder do Espírito Santo em nós

De que poder Jesus estava falando quando pediu aos discípulos para aguardar em Jerusalém? Não era aquele outorgado pelas leis ou o fruto da força bruta. Portanto, Ele se referia ao poder do conhecimento (saber algo mais que as outras pessoas), moral (condição de apontar ao outro o que é certo ou errado) e espiritual (capacidade de abençoar, exortar, profetizar e realizar milagres).

E esse poder era necessário para que os discípulos pudessem se apresentar com as credenciais adequadas, comprovando que falavam em nome de Jesus. E também pudessem encorajar uns aos outros, nos momentos de dificuldade. E finalmente, conseguissem ensinar o Evangelho.

A finalidade desse poder, portanto, era fazer a obra de Deus. E aí está o primeiro grande ensinamento: o poder do Espírito Santo é transferido para a execução da obra de Deus e não para quem quer que seja lucrar individualmente.

Em linguagem teológica, o poder que descrevi acima, nas suas diferentes finalidades (ensino, cura, pastoreio, profecia, etc) é chamado dom espiritual (1 Coríntios capítulo 12, versículos 1 a 11). Esses dons foram derramados pelo Espírito Santo, durante o evento do Pentecostes, bem como em diversos outros momentos relatados na Bíblia, justamente para que as pessoas pudessem fazer a obra de Deus.

Aí vão uma série de perguntas normalmente feitas quando as pessoas aprendem sobre dons espirituais:  

  • Quem decide sobre a distribuição desse poder? Deus faz isso de acordo com sua própria vontade soberana. Como é um recurso dado por Ele, ninguém pode reclamar se não receber algum dom em particular. 
  • Todo mundo recebe dons espirituais? Sim, todos(as) aqueles(as) que se dispuserem sinceramente a fazer a obra de Deus receberão tal tipo de poder, na medida das suas necessidades.  
  • Há dons mais importantes? A Bíblia indica que sim (1 Corintios capítulo 12, versículos 28 a 31). Mas isso não quer dizer que uma pessoa se torna menos ou mais importante na obra por ter um dom considerado maior ou menor. O que importa é o uso que essa pessoa faz dos dons que receber. E os dons mais importantes não são aqueles que atraem mais publicidade (como cura, milagres ou louvor). E sim os que colaboram para a mudança de vida das pessoas, como o testemunho do Evangelho, a profecia ou o ensino. 
  • A pessoa pode ter mais de um dom?  Sim. O apóstolo Paulo tinha dons de pastoreio, ensino, profecia e cura, dentre outros.
  • Posso pedir a Deus um dom? Pode, segundo 1 Corintios capítulo 12, versículo 31. 
  • Como posso saber qual é o meu dom? Através de muita oração – Deus colocará no seu coração a resposta -, da profecia de outra pessoa e das oportunidades que aparecerem para colaborar na obra de Deus.  
  • E se eu não quiser o dom que recebi? A Bíblia nos ensina que as pessoas que recusaram acabaram voltando atrás – por exemplo, Moisés não queria ser o Libertador do povo de Israel (Êxodo capítulo 3). Se você está verdadeiramente disposto a trabalhar na obra de Deus, acabará aceitando aquilo que Ele lhe reservou.

Concluindo, o mesmo poder que revestiu os discípulos de Jesus está disponível para você e para mim hoje em dia. E essa é uma certeza gloriosa.

 Com carinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here