O FOCO DEVERIA SER OUTRO

0
68

No final de 2010, a revista Christianity Today, provavelmente a publicação evangélica de maior prestígio no mundo, publicou uma lista dos principais fatos daquele ano, relacionados com o meio cristão norte-americano. Cinco deles se relacionavam à discussão de assuntos polêmicos (homossexualismo, aborto, criaçãoXevolução, etc); um ao Encontro Mundial de evangélicos na África do Sul; três a questões políticas (leis, decisões judiciais, etc) e somente um deles à ajuda dada a pessoas desfavorecidas no Haiti. 

Um rápido exame das publicações evangélicas no Brasil irá mostrar que não há muita diferença na agenda de assuntos considerados importantes por aqui, pois há predominância de temas políticos e do debate de assuntos polêmicos – PL 122, casamento de homosexuais, brigas entre denominações, etc.

Parece ser que o foco das organizações cristãs cada vez mais se concentra em questões que não se referem ao cerne do cristianismo, que é a pregação do Evangelho de Cristo e a implantação do Reino de Deus no mundo. Penso que a igreja cristã, no seu todo, tanto aqui, como em outros países, está muitas vezes perdendo o foco.

Quem vive o dia a dia de qualquer igreja cristã sabe bem que não estou exagerando, pois há uma perda enorme de tempo com burocracia, com reuniões inúteis, com seminários que objetivam enaltecer as próprias  lideranças, com a tentativa de controle da vida dos outros, etc. Não é de se estranhar, portanto, que não sobre muito tempo para evangelização,  para ajuda aos pobres,  para o discipulado dos que se iniciam na fé e outras coisas fundamentais.

É claro que toda e qualquer organização tem que cuidar da sua burocracia,  estar atenta aos acontecimentos políticos, esclarecer seus fiéis e a opinião pública quanto a temas polêmicos, etc. Mas, esses esforços não podem deixar em segundo plano a razão principal para sua existência, que é o Evangelho de Jesus Cristo.

Quando perde o foco, a igreja de Cristo deixa de fazer a diferença no mundo e se torna uma organização como qualquer outra, talvez bem administrada e próspera, mas sem resultados para mostrar quando for questionada por Deus, no final dos tempos: o que vocês fizeram com os talentos que dei para vocês?

Com muita preocupação

Vinicius

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here