AS CINCO MAIORES TENTAÇÕES

0
1373

O Grupo Barna, conhecido instituto de pesquisa dos Estados Unidos, pesquisou quais são as maiores tentações das pessoas – evidentemente essas tentações estão na origem dos pecados que as pessoas mais cometem. 

Como essa pesquisa foi feita em outro país, sua aplicabilidade à sociedade brasileira não é imediata, portanto, é preciso ter cuidado ao tirar conclusões válidas a partir dela. Por outro lado, o ser humano tem características universais que independem da cultura onde está inserido. Sendo assim, a maioria das conclusões desse estudo também refletem a realidade da sociedade brasileira.

A pesquisa

As cinco maiores fontes de tentação para os(as) cristãos(ãs) são, pela ordem de importância, da maior para a menor, as seguintes:

  • Preocupação excessiva (ansiedade).
  • Preguiça e adiamento das coisas necessárias.
  • Gastar tempo demais na televisão, Internet, etc.
  • Consumir demais.
  • Comer demais.

A pesquisa mostrou também, como seria mesmo de se esperar, diferenças entre as tentações mais importantes para homens e mulheres. Por exemplo, homens são mais tentados pela pornografia (quase 4 vezes mais),  enquanto mulheres sofrem mais com as preocupações (50% a mais). 

Agora, algumas tentações estão igualmente presentes na vida de todas as pessoas, independentemente do seu sexo, como adiar as coisas (procrastinação), gastar tempo demais com televisão/Internet ou comer demais.

Análise dos resultados

Chama atenção que entre as tentações “favoritas” não apareça nenhuma de natureza sexual. A explicação para esse resultado surpreendente é simples: a crescente (e até excessiva) liberdade sexual aceita na sociedade hoje em dia faz com as pessoas tenham passado a encarar como naturais coisas que, na verdade, são erradas. 

Em outras palavras, esse é um importante indicador da enorme mudança nos conceitos morais da sociedade moderna. E indica ainda que as pessoas nem mais percebem bem quando cometem algum pecado de natureza sexual.

A tentação sexual com maior peso dentre todas as citadas na pesquisa é o uso de pornografia – não está entre as cinco maiores mas vem crescendo por conta do acesso fácil a esse tipo de material na Internet. Acredito que esse problema irá tornar-se cada vez mais importante no futuro, especialmente entre os homens.

Voltando às tentações mais “populares”, a mais importante dentre elas – a preocupação excessiva – nasce na insegurança das pessoas com respeito aos perigos normais da vida (crises econômicas, violência urbana, doenças, etc). 

E essa insegurança essencialmente decorre da falta de fé em Deus, ou melhor, do fato das pessoas colocarem sua segurança (fé) em coisas materiais (bom emprego, poupança gorda, direitos garantidos pelo governo, etc). Mas, no seu interior, bem lá no fundo, sabem que nada material pode lhes dar segurança real.

E há diversos exemplos disso. Um deles é a crise financeira de 2008, ocorrida nos países do primeiro mundo, com reflexos até o dia de hoje – fez com que milhares de pessoas perdessem seu emprego e/ou sua poupança, liquidando com as ilusões de segurança que elas tinham. A tragédia que vem acontecendo com a população síria nos dias de hoje, quando milhões de pessoas foram envolvidas contra sua vontade numa guerra terrível, que destruiu suas vidas e as fez correr para outros países, deixando tudo para trás, é outro exemplo claro do que acabei de dizer. E não podemos esquecer a crise política e econômica brasileira, que só faz piorar e vem devastando o país, especialmente a população mais pobre e desprotegida.

Somente Deus pode dar a segurança que as pessoas tanto buscam e precisam. Somente quando nossa confiança é depositada n´Ele, a ansiedade pode ficar para trás. Ser superada.

A causa de duas outras tentações “populares” – consumir e comer demais – é um pouco diferente. As pessoas consomem demais porque querem encontrar sentido e gratificação para suas vidas e pensam achar isso nas coisas materiais – e esse sentimento é explorado habilmente pela propaganda.

Ora, as coisas materiais só trazem gratificação momentânea e pouco depois as pessoas sentem-se insatisfeitas de novo. E ficam desejosas por novas coisas, abrindo o ciclo de novo.

A compulsão para comer demais é irmã gêmea do consumo excessivo. As duas nascem e florescem no mesmo solo.

Somente um relacionamento rico com Deus pode dar sentido à vida das pessoas. Nenhuma coisa material consegue ter o mesmo efeito.

Tudo que acabei de falar, de certa forma, fornece a base para outra grande tentação levantada pela pesquisa: a preguiça e o adiamento de coisas importantes. A maioria das pessoas está insatisfeita com suas vidas e por isso ficam desmotivadas e daí vem a preguiça. E adiam aquilo que precisam fazer.

E por que se sentem desmotivadas? Essencialmente porque vivem uma vida sem sentido ou objetivo maior, porque buscam isso nas coisas materiais, conforme comentei antes. Está tudo misturado.

Finalmente, o gasto excessivo de tempo com televisão ou Internet também aponta para o mesmo problema. Desgastadas pela vida que levam, tudo que as pessoas querem é ser “anestesiadas” quando entram na hora do lazer e é isso que a programação de televisão ou a Internet lhes dão. Preferem encher suas cabeças com coisas que simplesmente não lhes exija reflexão e análise crítica. E ficam simplesmente “vegetando” na frente da televisão ou da tela do seu celular.

Em resumo, das cinco tentações mais “populares”, a primeira delas – ansiedade – têm a ver com falta de confiança (fé) em Deus. As demais são consequência da falta de um sentido real para a vida das pessoas. E elas tentam encontrá-lo de várias formas, todas erradas: consumindo muito, comendo além do que deveriam e/ou através do divertimento proporcionado pela televisão ou Internet. Essa mesma falta de sentido também desmotiva as pessoas, fazendo com que elas se deixem levar pela preguiça e adiem coisas importantes.

Tudo isso demonstra como Deus é importante para avida das pessoas e faz falta na vida delas. Nada pode substituí-lo. Simples assim.

E você? O que acha dessa pesquisa?

Com carinho

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of