NATAL OU PÁSCOA: O QUE É MAIS IMPORTANTE?

1
926

O Natal é uma festa de enorme importância no calendário anual. As famílias se reúnem, trocam presentes e comemoram, as igrejas fazem representações da chegada do menino Jesus, o comércio se enfeita todo e parece que as pessoas ficam mais amorosas e preocupadas com os problemas do próximo.

Eu sou fã do Natal – gosto muito, por exemplo, do balé “Quebra Nozes” (que é um conto de Natal), das cantatas nas igrejas e da decoração especial , cheia de luzes. E algumas de minhas melhores recordações da infância são as festas de Natal na casa da minha avó, lá em Belo Horizonte.

Mas, sem desmerecer o Natal, a percepção de que essa é festa mais importante do cristianismo, como pensam muitas pessoas, é uma enorme distorção. A festa mais importante para o povo cristão é aquele que começa na Sexta Feira da Paixão e termina no Domingo da Ressurreição. 

Afinal, lembrando do que o apóstolo Paulo disse, se Jesus não tivesse morrido e ressuscitado dentre os mortos, a fé cristã não valeria nada (1 Corintios capítulo 15, versículo 17). Ou seja, se os fatos comemorados nos próximos dias não tivessem ocorrido de verdade, simplesmente não haveria cristianismo e Jesus seria apenas um profeta importante, como tantos outros citados na Bíblia, nada mais.

O que comemoramos na próxima sexta-feira é o início de tudo: Jesus, o único homem que não pecou, foi crucificado pelos romanos, instigados pelos líderes religiosos judeus. E seu sacrifício é a porta de entrada para que o ser humano possa se reconciliar com Deus, conseguindo o perdão dos seus pecados.

Os sacerdotes judeus usavam o sacrifício de animais sem defeitos para pedir que Deus perdoasse os pecados do povo, na festa conhecida como “Dia do Perdão” (“Yom Kippur”). Mas, esse sacrifício de animais precisava ser renovado cada ano. 

Jesus é o Cordeiro de Deus, sem qualquer imperfeição e pecado, que foi sacrificado na cruz. Mas, como Ele é tanto homem como Deus, seu sacrifício nunca perde a validade. Somente precisou ocorrer uma vez, cerca de 2.000 anos atrás, e permanecerá válido para sempre.

No próximo domingo, vamos relembrar a ressurreição de Jesus, evento que comprovou que Ele é o Messias enviado por Deus. E, por causa disso, podemos ter certeza que todas as coisas prometidas por Ele, durante seu ministério aqui na terra, conforme registradas nos Evangelhos, são verdadeiras e irão acontecer, culminando com sua volta, no final dos tempos.

Não deixe de ir à igreja na Sexta-feira da Paixão e no Domingo da Ressurreição. Agradeça a Deus o que Ele fez por você e comemore com muita alegria a salvação trazida por Jesus. Boa Páscoa. 

Com carinho

1 Comentário

  1. Certamente a Páscoa é sem sombra de dúvidas muito mais importante que o referido Natal.Afinal,trata-se de uma comemoração Bíblica:Mateus 26:17 a 30,ao contrário do Natal,que não é uma festa Bíblica,trata-se de uma festa criada para subissubstituir uma festa pagã e atrair fiéis para o Cristianismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.