O QUE É MELHOR: VENCER OU FLORESCER?

3
234050

Há pessoas com história de vida muito bonita – começam lá em baixo, na escala social, e a custa de  muito esforço e competência, superando toda sorte de dificuldade, conseguem um lugar de destaque na sociedade. Normalmente, em casos assim, costuma-se dizer que a pessoa “venceu” na vida. 

Essa expressão indica que a pessoa lutou uma “guerra” difícil (contra pobreza, preconceito, falta de oportunidades justas, etc) e ainda assim, muitas vezes contra todas as expectativas, acabou vitoriosa.

A Bíblia também usa metáforas de guerra para falar de verdades espirituais. Por exemplo, fala em “vencer” a tentação, “vencer” a “corrida” para a vida eterna ou lutar uma “batalha” espiritual contra as forças do mal. O apóstolo Paulo chega até mesmo a falar de uma “armadura” espiritual que o/a cristão/ã deve usar para se defender dos ataques do mal (Efésios capítulo 6, versículos 10 a 18). 

Não há dúvida que esse tipo de metáfora é muito útil para descrever as lutas que as pessoas enfrentam, tanto na sua vida diária, como no campo espiritual. Mas, sinceramente, eu gostaria que houvesse mais ênfase numa outra metáfora -“florescer” -, que acredito descrever melhor aquilo que deve ser a vida do povo cristão. 

E “florescer” é bem diferente de “vencer”. É claro que uma pessoa que “vença” na vida também pode “florescer” nela – uma coisa não impede a outra. Mas as vitórias nas inúmeras batalhas da vida não garantem automaticamente o florescimento da pessoa como ser humano. Afinal, é comum ver gente vitoriosa profissionalmente que é um desastre na vida pessoal e/ou espiritual.

As condições para “florescer”
Uma planta, ao florescer, cumpre sua missão na vida – é preciso lembrar que a reprodução das plantas está ligada às flores e/ou aos frutos que elas produzem. Ou seja sem florescimento, a planta não deixa descendência e não cumpre seu papel na vida. E para que uma planta floresça é preciso duas coisas: estar  saudável e que o tempo seja certo.

No campo espiritual ocorre exatamente o mesmo: para sua vida espiritual “floresça” você vai precisar ter “saúde” e estar no “tempo” certo de Deus. 

A saúde da planta tem a ver com a qualidade da terra onde está assentada, o acesso abundante à água e à luz do sol, bem como a capacidade de resistir aos inimigos (as pragas, insetos, etc). 

Na parábola do semeador (Mateus capítulo 13, versículos 10 a 23), Jesus falou exatamente sobre isso: a semente do Evangelho é lançada em muitos tipos de terra diferentes e somente floresce mesmo quando a terra é adequada para isso . E a “terra” boa, nessa metáfora, é o coração da pessoa receptivo à mensagem do Evangelho e que não se deixa desviar do caminho certo, por causa das preocupações da vida.

A água e a luz do sol, necessárias para a nutrição da planta, representam a presença do Espírito Santo na vida da pessoa – sem Ele, não há como ter energia para uma levar uma vida espiritual saudável.

A resistência da planta aos inimigos (pragas, insetos, etc) tem a ver com a capacidade da pessoa de resistir aos ataques do mal (tentações, opressões, etc).

O tempo certo para florescer
Agora, não há florescimento possível fora do tempo certo. E há dois aspectos que justificam isso. O primeiro é o amadurecimento do organismo da planta – se ela acabou de ser plantada, mesmo com boa terra, água e tudo o mais, não vai poder dar flores e/ou frutos, pois suas estruturas orgânicas não estão plenamente desenvolvidas. É preciso esperar pelo necessário amadurecimento, no tempo certo.

O mesmo se dá na vida espiritual: o apóstolo Paulo escreveu que o/a cristão/ã precisa amadurecer espiritualmente, através da instrução e da experiência, para poder viver plenamente o Evangelho de Cristo (veja mais).

O segundo aspecto relacionado com o tempo certo para florescer tem a ver com a estação do ano: plantas não dão flores ou frutos no inverno, só na primavera e verão. E a chegada da estação certa não depende da planta e sim do ciclo da natureza. Mas quando a primavera chega, a planta precisa estar pronta para florescer. 

A estação certa para o/a cristão/ã é o tempo que Deus determinar para ele (veja mais). E esse tempo não leva em conta as nossas ansiedades e a vontade que normalmente temos de antecipar as coisas, de tomar atalhos.

Certa vez, em conversa com um taxista, ele me confessou que tinha ouvido falar de Jesus muito tempo antes e que aquela palavra tinha ficado dentro dele, incomodando-o, embora ele não tivesse feito nada a esse respeito até aquela data. Depois da nossa conversa, ele me garantiu que ia finalmente buscar uma igreja e passar a viver verdadeiramente o cristianismo.

O plantio da semente do Evangelho na vida daquele homem tinha sido feito muito tempo antes e a semente ficou lá, como que adormecida, esperando o fim do “inverno”. E a “primavera” de Deus, não sei a razão, somente chegou naquela conversa comigo. 

As consequências do florescimento espiritual
A primeira delas, e talvez a mais importante, é a capacidade de reproduzir, pois o pólen e as sementes sempre ficam nas flores ou frutos. Na vida espiritual, quem floresce traz outras pessoas para Cristo

A segunda consequência é que uma planta florescendo é linda de se ver e gostosa de cheirar. E o mesmo acontece na vida espiritual: quem “floresce” passa ser alguém buscado pelo próximo, tanto para se “alimentar” dos frutos espirituais que encontra nessa pessoa, bem como para sentir nela o “bom perfume” de Cristo.  

Portanto, seu principal objetivo na vida não é “vencer” e sim “florescer”. Vitórias contra as batalhas da vida são imprescindíveis, mas constituem apenas um meio através do qual você conseguirá “florescer” espiritualmente, realizando todo seu potencial como ser humano. 

Com carinho

3 Comentários


  1. Notice: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /home/sercrist/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839
    Julio dos santos silva

    Oi, Vinícios boa tarde desde já, louvo a Deus pela sua vida, por essa explanação sobre “vencer” na vida e “florescer” na vida. Muito elucidativo essa visão que você trouxe a respeito deste assunto, obrigado fui edificado por essas palavras.
    Vinícios, eu um dia fui como aquele taxista, eu também ouvia falar de Jesus, eu sempre parava ouvia, dava toda atenção e ia embora para os meus interesses, e nada fazia quanto o que ouvia. Até que um lendo a Bíblia, em minha casa, lendo -a como um livro normal talvez, como se estivesse procurando alguma coisa, e derrepente eu cai no chão e comecei a chorar, hoje sei que naquela tarde fui visitado pelo Espirito Santo. Eu levava uma vida promiscua , em busca de fama de reconhecimento artístico no gênero funk, mas para isso me acontecer, houve uma morte, mataram um colega meu, que “sonhava os mesmos sonhos que os meus” e o seu fim, foi uma tragedia, e aquela morte mexeu comigo em fim, obrigado meu irmão por ser esse canal de benção. Paz do Senhor Jesus, a paz que excede todo entendimento.


    • Notice: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /home/sercrist/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839
      Vinicius Moura

      Meu caro

      Obrigado por dividir seu testemunho com os(as) leitores(as) do site. E por suas palavras de incentivo.

      Volte sempre

      Abs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here