OS ATRIBUTOS DE DEUS

0
54755

Quando um rapaz e uma moça são apresentados e “rola um clima” entre eles, a primeira coisa que procuram fazer é se conhecer melhor. Marcam um encontro para conversar e fazer perguntas um para o outro: Onde você estudou? O que gosta de fazer? Quais sãos os seus sonhos? E assim vão, até satisfazer a curiosidade.

E é dessas conversas iniciais que ambos concluem se há ou não compatibilidade. Avaliam se a relação parece fazer sentido. Assim, dificilmente, alguém entra numa relação, hoje em dia, sem conhecer pelo menos um pouco sobre a outra pessoa. 

Agora, é interessante perceber que não fazemos isso na relação mais importante que podemos ter – a que temos com Deus. É claro que Deus já sabe tudo sobre cada um(a). Mas a recíproca não é verdadeira – as pessoas sabem muito pouco sobre Deus. Elas têm uma vaga ideia de quem Ele é de fato e preenchem sua ignorância com ideias fantasiosas – por exemplo, Deus é como um velho, bonito e majestoso, de longas barbas brancas, sentado num trono, que fica nos vigiando.

Penso que é fundamental conhecer bem quem Deus para conseguir manter uma boa relação com Ele. É preciso saber do que Ele gosta, do que não gosta, o que espera de cada um de nós, seus objetivos e assim por diante.

E uma boa forma de começar a fazer isso é conhecer os atributos (as características) de Deus. Afinal,  são os atributos de um ser que definem como ele é e se comporta no dia-a-dia.

Por exemplo, se um dos atributos de um homem é a insegurança, ele tenderá a ser ciumento na relação com sua mulher. Poderá até lutar contra isso e até conseguir controlar o ciúme doentio, mas essa tendencia sempre vai estar presente no seu comportamento.

Deus tem literalmente dezenas de atributos e ficaria muito longo estudá-los todos aqui. Por isso escolhi apenas dez, que penso descreverem bastante bem como Deus é e funciona.

Há mais uma coisa que é preciso entender antes de entrar na discussão propriamente dita. Uma pessoa pode ou não ter determinado atributo, como a inteligência ou a insegurança. Ninguém precisa ser inteligente ou inseguro para tornar-se um ser humano.

Mas com Deus é diferente: todos os atributos descritos abaixo são necessários. Em outras palavras, Deus não poderia ser quem pensamos que Ele é, sem possuir todos esses atributos e no maior grau possível.

1. Santo (Isaías capítulo 6, versículo 3)
A palavra “santo” quer dizer “separado” e não “sem pecado”, conforme você talvez imaginasse.

Quando aplicado a Deus, esse atributo quer dizer que Ele é separado do mundo e, portanto, de todo mal que nele existente.  Esse é um atributo que garante que todas as demais características de Deus funcionem para o bem. Sem tal atributo, o poder incomensurável de Deus poderia se transformar em tirania, Sua sabedoria poderia gerar manipulação do ser humano e não haveria como garantir que os planos de Deus fossem os melhores.

Por balizar todos os demais atributos, “santidade” é um atributo estruturante, ou seja, dá estrutura operacional a tudo o mais.

2. Imutável (Tiago capítulo 1, versículo 17)
É simples de entender porque Deus necessariamente precisa ser imutável. Mudança significa que algo se altera, para melhor ou pior – por exemplo, quando a pessoa estuda, ela muda ao adquirir novos conhecimentos, passando a ser mais capacitada. Quando eu envelheço, meu corpo fica pior.

Ora, se Deus pudesse melhorar, é porque Ele não era perfeito. Se pudesse piorar, é porque deixará de ser perfeito. E ambas as coisas são impossíveis. Logo, Deus não pode mudar, pela sua própria natureza.

E isso fica ainda mais evidente quando lembramos que Deus não é influenciado pelo grande agente de mudanças: o tempo.

Deus não é afetado pelo tempo pois o tempo é criação d´Ele mesmo. Deus vive fora do tempo e temos dificuldade de entender isso porque o tempo é uma nas nossas vidas. Para Deus não há passado, presente e futuro – essa é uma limitação exclusivamente nossa.

Imutabilidade é a característica estabilizadora de Deus pois garante que tudo n´Ele é permanente – seus planos, suas promessas, seu amor por nós, etc. E essa é a base da sua fidelidade.

Acho importante fazer aqui um comentário: quando no texto bíblico é dito que Deus se “arrependeu“, essa é uma expressão humana para registrar um sentimento divino de desagrado e não o registro de uma mudança de pensamento d´Ele. Da mesma forma, a Bíblia fala em “mão”, “pé” ou “asas” de Deus e sabemos que Ele não tem nada disso, pois é um espírito. São formas de expressão. Apenas isso.

3. Amoroso (1 João capítulo 4, versículo 8)
Esse é o atributo que motiva tudo o que Deus faz. Tudo que Ele planeja e executa é feito tomando seu amor desmedido por nós como premissa. E isso ficou especialmente comprovado quando Deus enviou ao mundo Jesus, seu único filho, para morrer por nós (João capítulo 3, versículo 16).

4. Verdadeiro (João capítulo 14, versículo 16)
Deus é a fonte de toda a verdade e toda verdade vem de Deus. Por causa disso podemos ter certeza que a Bíblia (sua Palavra) é inteiramente verdadeira.

Esse atributo garante a correção de tudo que Deus faz.

5. Onisciente (Mateus capítulo 11, versículo 21)
Deus sabe tudo que há para saber, inclusive nossos pensamentos e o resultado de nossas ações futuras.

Esse é o atributo que informa todas as ações de Deus.

6. Onipotente (Apocalipse capítulo 19, versículo 6)
Deus pode fazer tudo o que for lógico, não tendo qualquer limite físico. Por isso, tudo que Ele planeja, consegue executar.

Talvez você tenha se surpreendido quando eu disse que Deus pode fazer tudo que for lógico. Isso não limita Deus, como pode parecer à primeira vista e vou dar um exemplo para explicar melhor.

Deus não pode se suicidar, pois é Eterno. O suicídio entra em choque com seu atributo de eternidade. Por isso, Deus se suicidar não é uma atitude possível para Deus pois não é lógica no caso d´Ele.

A onipotência é mais um atributo capacitador de Deus, pois lhe dá condições de fazer aquilo que decide fazer. 

7. Onipresente (Salmo 130, versículos 7 a 12)
Esse é o atributo de pessoalidade de Deus – garante a presença d´Ele em todos os locais, sempre. E é por causa disso, que Deus é fácil de encontrar (Filipenses capítulo 4, versículos 5 e 6).

8. Justo (Tiago capítulo 2, versículo 1)
Deus age sempre de forma equitativa, sem preferencias (isto é, não faz acepção de pessoas). Esse é o atributo que garante a imparcialidade de Deus.

É por causa da sua justiça que os pecados não podem ficar sem a necessária punição e é também por causa dela que a Graça de Deus – forma concebida por Deus para que pudéssemos superar nossos pecados – está disponível para todo mundo. Basta aceitar Jesus como Salvador.

9. Livre (Isaías capítulo 40, versículos 13 e 14)
Deus é completamente livre – não há qualquer limitação para que Ele possa fazer suas escolhas. E esse é outro atributo capacitador de Deus.

Nós também temos livre arbítrio, mas, em nós, esse atributo age de forma limitada, já que sempre há restrições em relação à viabilidade do que podemos escolher. Influências poderosas – como a história de vida da pessoa, suas circunstâncias, etc – operam para nos impor limites.

10. Soberano (Efésios capítulo 1, versículo 11)
Deus criou tudo que existe e o universo só se mantem em condições operacionais por conta do seu poder. Por causa disso, sua autoridade sobre todas as coisas e seres não tem qualquer limitação.

Esse é mais um atributo capacitador de Deus.

Concluindo, há muito mais para falar sobre Deus – a lista dos seus atributos é muito longa. Mas acho que já deu para você ter uma ideia da beleza, complexidade e importância que esse Ser maravilhoso e incomparável tem. E ao entender isso, tenha aprendido a amá-lo e respeitá-lo ainda mais

Com carinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here