SEJA CONSTANTE NA OBRA DE DEUS

2
45939

Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil. 1 Coríntios capítulo 15, versículo 58

Constância é fundamental na obra de Deus. Quem faz essa obra precisa se manter firme no propósito ao qual está se dedicando, apesar de dificuldades e mesmo da demora em ver resultados concretos. Conforme Paulo disse no versículo acima, o(a) cristão(ã) precisa ter a certeza que seu trabalho não será inútil

Eu tenho tido algum sucesso na obra que conduzo neste site, graças a Deus. Comecei, cerca de seis anos atrás, com um blog despretensioso e hoje algumas centenas de milhares de pessoas passam por aqui todos os meses – muito mais gente do que jamais sonhei alcançar.

E, se mérito tive, foi o de ser constante. Religiosamente, sempre escrevi e publiquei textos novos a cada dois dias – hoje já são mais de 700 postagens – mesmo quando pouca gente os lia. Mantive firme o compromisso que assumi com o(a) frequentador(a) do site de sempre apresentar aqui material novo, inclusive falar das novidades do mundo e comentar temas atuais. 

Isso acabou gerando em várias pessoas o hábito de passar por aqui, porque sabem que irão encontrar coisa nova para ler ou ouvir. E assim os frutos apareceram e o público cresceu muito – Deus honrou os meus esforços.

Agora, imagine se eu tivesse tido preguiça ou não tivesse podido dedicar o tempo necessário para este trabalho. Não tivesse escrito com a frequência necessária e, portanto, as pessoas não encontrassem novidades quando passassem por aqui. A consequência lógica seria elas não terem formado o hábito de frequentar este espaço. 

Infelizmente, não são muitas as pessoas que perseveram e se mantem constantes na obra de Deus, mesmo tendo o desejo sincero de servi-lo. Costumam desanimar quando as dificuldades surgem, os resultados tardam e não conseguem ver resultados concretos dos seus esforços.

É comum as pessoas pularem de “galho em galho” – isto é, passarem de uma tarefa para outra na obra de Deus -, achando que a nova missão será mais importante, realizadora e abençoada do que a anterior. Não aguardam os frutos se materializarem e não tem paciência para esperar Deus agir. 

Voltando ao exemplo deste site, eu levei anos para contar com um público razoável – esse foi o tempo de Deus. E a história está cheia de exemplos de pessoas, que muito mais do que eu, precisarem ter enorme paciência e constância, antes de colher os frutos do seu trabalho.

Nelson Mandela passou trinta anos preso, antes de poder liderar o processo que pôs fim à discriminação racial na África do Sul. John Wesley andou a cavalo o equivalente a duas voltas ao mundo, antes que a renovação espiritual trazida pelo movimento metodista, por ele liderada, mudasse a vida da Inglaterra. O apóstolo Paulo fez inúmeras viagens missionárias extremamente cansativas, onde enfrentou todo tipo de dificuldade e lutas, para plantar o cristianismo na Ásia Menor, Grécia e Macedônia. E assim por diante. 

O pior que os(as) crentes que pulam de “galho em galho” racionalizam sua decisão convencendo-se a si mesmos(as) que essa é a vontade de Deus. Que foram chamados por Ele para desempenhar a nova tarefa, mesmo deixando a tarefa anterior por concluir.

Eu afirmo, sem medo de errar, que essas pessoas simplesmente estão se auto-enganando.  Afinal, não faz sentido que Deus queira ver uma nova tarefa sendo iniciada, se o que já vinha sendo feito fique prejudicado.

E há um ensinamento muito claro do apóstolo Paulo a esse respeito. Veja o que ele disse em Romanos, capítulo 1, versículo 13: 

Quero que vocês saibam, irmãos, que muitas vezes planejei visitá-los, mas fui impedido de fazê-lo até agora. Meu propósito é colher algum fruto entre vocês, assim como tenho colhido entre os demais gentios.

Ora, Roma era a capital de um grande império e a principal cidade do mundo naquela época. Todo mundo tinha interesse em conhecer Roma e Paulo não era diferente.

Ele queria visitar Roma e fazer contato com a igreja cristã que já existia ali, para quem dirigiu essa carta da qual citei um versículo. Mas comentou que até então não tinha podido ir até Roma, pois, segundo suas palavras, foi impedido. Mas qual foi esse impedimento?

E ele explicou, mais adiante, na mesma carta  – capítulo 15, versículos 20 a 24:

Sempre fiz questão de pregar o evangelho onde Cristo ainda não era conhecido, de forma que não estivesse edificando sobre alicerce de outro… É por isso que muitas vezes fui impedido de chegar até vocês. Mas agora, não havendo nestas regiões nenhum lugar em que precise trabalhar, e visto que há muitos anos anseio vê-los, planejo fazê-lo quando for à Espanha. Espero visitá-los de passagem …

Paulo pregou o Evangelho de Jesus Cristo durante quase 25 anos na parte leste do Mediterrâneo (Ásia Menor, Grécia e Macedônia), território referido no texto acima como “estas regiões”. E ele não mudou seu território de atuação, apesar dos atrativos de Roma e da Espanha. Enquanto não terminou a obra que tinha começado, ficou onde estava. 

Na época em que escreveu a carta para a igreja em Roma, Paulo já tinha claro que sua missão na Ásia Menor, Grécia e Macedônia estava finalmente chegando ao fim – afinal, já tinha implantado igrejas em Corinto, Éfeso, Galácia, Filipos, Tessalônica, Colossos e em outros lugares. 

Preste bem atenção: enquanto não terminou a tarefa que estava fazendo, Paulo não se dispôs a começar outra tarefa, mesmo que sua vontade de fazer isso, conforme confessou, fosse grande.

Portanto, ao trabalhar na obra de Deus, se você começou uma tarefa, conclua-a antes de tentar algo novo. Mesmo que você pense ter um “chamado” de Deus para pular de “galho”, pode ter certeza que Ele não aprova você simplesmente abandonar aquilo que vinha fazendo. E nem poderia. 

Conclua sempre o que começou na obra de Deus – esse é o ensinamento da Bíblia. E é isso que Deus espera de você.

Com carinho

2 Comentários


  1. Notice: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /home/sercrist/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839
    Dennis Farias

    Realmente, seus esforços têm valido a pena. Deus abençoe esse trabalho! É como se cuidasse de várias pessoas sem nem as conhecer, muito bonito. Sou um desses internautas que sempre passo por aqui para ler e aprender! Abraço!


    • Notice: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /home/sercrist/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839
      Vinicius Moura

      Caro Dennis

      Obrigado pelas suas generosas palavras. Você descreveu exatamente como eu me sinto ao fazer essa obra.

      Abraço e volte sempre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here