A NATUREZA DO PLANO DE DEUS PARA SUA VIDA

0
277

Deus tem um plano maravilhoso para sua vida que é…” Lembro-me perfeitamente quando ouvi essa frase pela primeira vez dentro de uma igreja. Lembro de quem a falou e das circunstâncias daquele momento da minha vida.

Agora, não me lembro mesmo é do conteúdo do tal “plano”que me foi revelado, porque não se realizou mesmo, aliás como é comum com as profecias que costumam ser passadas nos corredores das igrejas. O que guardei na memória mesmo foi o fato de haver um plano de Deus para minha vida – aquela foi a primeira vez que ouvi tal conceito aplicado à minha vida. 

Plano, propósito, ou vontade de Deus para você, essas são as palavras normalmente usadas para descrever a realidade de haver coisas que Ele gostaria de ver ocorrer na sua vida. É claro que tecnicamente essas palavras não representam conceitos exatamente iguais mas, para simplificar as coisas, vou considerá-las neste texto como tendo significado igual.

Qual é a natureza do plano que Deus tem para você? Será que está incluído nele aquilo que seu coração tanto deseja, como amor, prosperidade, sucesso ou outras coisas assim? Será que Deus levou em conta aquilo que fará você feliz?

Recebo perguntas como essas quase todos os dias. Por exemplo, outro dia um rapaz me perguntou se podia orar para que Deus lhe concedesse o favor de uma moça que ama e até hoje não demonstrou interesse por ele. Ora, ele estava de fato perguntando se podia orar para que sua amada fosse incluída no plano que Deus tem para sua vida. Se isso fazia sentido do ponto de vista da doutrina cristã.

Penso que essas perguntas têm grande importância e pois se forem respondidas de forma errada, como muitas vezes acontece, podem se tornar “pedra de tropeço” na vida espiritual de muita gente. 

Então, qual é mesmo a natureza do plano de Deus para você? Será que ele inclui as coisas que seu coração deseja? Talvez minha resposta cause algum   desapontamento, mas penso ser sempre melhor conhecer a realidade dos fatos, em lugar de ficar criando fantasias que não vão mesmo se materializar.

Deus, como Pai amoroso, tem prazer em dar coisas boas para você – Jesus foi claro a esse respeito (Mateus capítulo 7, versículos 9 a 11). Mas isso não quer dizer que essas coisas boas são exatamente aquelas que você deseja. Até porque nem tudo que você deseja é bom para você. 

É exatamente assim que pais responsáveis agem com seus filhos(as): fazem a vontade deles(as) quando isso faz sentido e é saudável. Caso contrário, dizem não. E é bom que seja assim.

O plano de Deus para você não é composto daquilo que necessariamente vai fazer você feliz e sim daquilo que é de fato bom. E esses dois conjuntos de coisas são diferentes – podem até ter pontos em comum, mas divergem em muitos aspectos.

A mesmo que você aprenda a sonhar, como se fossem seus, os sonhos que Deus tem para você. Aí tudo se resolve. E foi justamente isso que os grandes heróis e heroínas da fé aprenderam a fazer – por exemplo, o apóstolo Paulo chegou a dizer que não mais conseguia viver se não pregasse o Evangelho de Jesus (1 Coríntios capítulo 9, versículo 16).

O plano de Deus para você tem necessariamente a ver com sua relação com Ele e sua participação na implantação do Reino aqui na terra. E a razão para isso é simples: estar junto a Deus, vivendo de fato uma relação sólida com Ele, e contribuir para que sua Obra seja feita aqui na terra, essas são as coisas mais significativas que podem acontecer na vida de qualquer pessoa. É isso que realmente importa e não as coisas materiais que passam – como Jesus disse, aquelas coisas que “são comidas pela traça e a ferrugem…”

Normalmente as pessoas sonham coisas bem diferentes daquelas que Deus gostaria que estivessem presentes nas suas vidas. E como se imaginam filhas de Deus, e Ele é um Pai amoroso, acreditam que vão receber d’Ele, mais cedo ou mais tarde, aquilo que desejam. E ficam buscando na Bíblia versículos que confirmem essa crença. 

A maior prova é a interpretação que normalmente é dada para conhecido versículo 28 de Romanos capítulo 8: “sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus…” As pessoas costumam entender essa declaração como uma promessa de que tudo vai acontecer nas suas vidas de forma a colaborar com o plano traçado por Deus para elas e, naturalmente, em tal plano está incluído tudo aquilo que as fará feliz, que desejam ardentemente. 

Ora, esse mesmo versículo tem uma segunda parte que diz: “…daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Ou seja, tudo vai colaborar para o bem aquelas pessoas que são chamadas e participam dos propósitos de Deus aqui na terra. Daquelas que aprenderam a sonhar os sonhos de Deus. Esse versículo é dirigido apenas para essas pessoas. 

E os sonhos de Deus para você, conforme já disse, é composto de coisas espirituais e não materiais, pois são as primeiras que importam de fato. E tanto é assim que as pessoas mais agraciadas por Deus, no relato do Novo Testamento, como o apóstolo Paulo, invariavelmente tiveram vida material difícil.

Ainda resta tratar de uma questão: é possível a você resistir ao plano de Deus? Caso não queira aquilo que Ele separou para sua vida, você pode recusar? Claro que sim, pois você tem livre arbítrio, ou seja o direito à escolha livre. Se não, haveria um destino para cada pessoa já traçado por Deus e essa não é a doutrina cristã.

Agora, deixar de fazer aquilo que Deus entende ser o melhor para sua vida, tem custo. Não sai de graça. Se Deus sabe aquilo que é o melhor, e você segue outro caminho, significa que você terá escolhido fazer aquilo que não é o melhor. Logo, há um prejuízo embutido nessa escolha.

A Bíblia está cheia de exemplos de histórias de pessoas que escolheram sonhar os sonhos de Deus e outras tantas que escolheram sonhar os próprios sonhos. Invariavelmente, quem tentou seguir pela estrada da vida sozinho(a), acabou colhendo resultados que não queria. Portanto, aprenda a sonhar os sonhos que Deus tem separado para você. Essa é a melhor solução. 

Com carinho  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here