PECADO POR OMISSÃO

0
258

A foto acima causou-me uma enorme impressão – trata-se de um casal abraçado na morte, que chegou para eles pelo desmoronamento de um prédio em Bangladesh.

Trabalhavam naquele prédio milhares de pessoas em condições de semi-escravidão – mais de mil dentre elas morreram no desastre -, fabricando roupas baratas, que eram exportadas para os mercados internacionais.

Fiquei pensando sobre como ouço falar com frequência sobre como as roupas são baratas em locais como Miami e Nova Iorque – as pessoas chegam a viajar sem levar qualquer nada para comprarem um enxoval completo lá a preços inacreditáveis.

E é evidente que algo não pode estar certo para que esses artigos custem tão barato. No caso, o que está envolvido é o trabalho escravo de milhares de infelizes. Mas isso só acontece porque há quem tira proveito disso tudo.

As empresas ganham ao vender mais por terem preços menores e os consumidores também ganham porque conseguem artigos aos quais nunca poderiam ter tido acesso se eles fossem vendidos a preços normais. Assim, todos ficam felizes e o mal se perpetua.

É parecido ao que acontece quando alguém oferece um celular que custa cerca de 2 mil reais por 10% desse valor – é claro que se trata ou de uma falsificação ou de mercadoria roubada. Mas há pessoas que, por ignorancia ou não se importarem, acabam comprando.

Depois desse desastre ganhar as manchetes internacionais, lojas americanas importantes se dissseram “horrorizadas” e asseguraram que vão cancelar seus contratos com os fornecedores que operavam no prédio que desmoronou. O que não conatarm é que vão assinar contratos com fornecedores semelhantes, de outros lugares. E vai tudo continuar no mesmo.

Temos aqui o caso clássico do que a Bíblia chama de “pecado por omissão” – as pessoas se omitem porque não querem saber e permitem a perpetuação do mal. Elas olham para o lado e seguem com suas vidas, sem perceber que seu estilo de vida contribui para manter a perversidade da sociedade moderna. Pense nisto.

A MORTE DE UM HOMEM ESPECIAL

Morreu nesta semana, aos 77 anos, depois de longa batalha contra o câncer, o filósofo cristão Dallas Willard. Ele é o autor de vários livros muito importantes, dentre os quais recomendo dois: “A Conspiração Divina” e “O Espírito das Disciplinas”.

Transcrevo abaixo parte do depoimento dado por outro filósofo vcristão à revista Christianity Today a respeito dos ensinamentos deixados por Dallas, que têm tido grande influência no meio cristão:

Muitos de nós na igreja cristã fomos influenciados pelos ensinamentos de
Dallas, normalmente caracterizados como voltados para ‘formação espiritual’, embora a preocupação real dele sempre tenha sido o ‘Reino de Deus’ ou, como ele sempre disse ‘a vida com Deus’.

Dallas nos  ensinou que há quatro grandes questões que os seres humanos precisam responder: O que é a realidade? O que é uma vida boa? Quem é uma boa pessoa? E como eu posso me tornar uma boa pessoa?

Sua meta sempre foi responder essas perguntas, e viver plenamente as respostas. E ele tinha a certeza que ninguém fez isso melhor do que Jesus Cristo“.

Eu devo muito aos ensinamentos dele, presentes em vários posts deste blog. Dallas, que Deus o recompense por tudo que fez. Descanse em paz na glória do Senhor.

Com carinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here